IMPACTO NA INDÚSTRIA

Celulares no mercado negro custam bilhões de dólares à indústria de telefonia móvel a cada ano. De acordo com relatórios da Gartner (Fev 2011), telefones falsificados vendidos no mercado negro representaram cerca de 10% das vendas mundiais em 2010.


Violação de Direitos Autorais

Fabricantes de telefones celular genuínos trabalham duro para desenvolver marcas altamente confiáveis e reconhecidas. A violação dos direitos autorais por fabricantes de telefones celulares falsificados é ilegal e pode prejudicar a imagem e o valor de uma marca.


Manutenção de telefones falsos

Muitos consumidores desconhecem que tenham comprado um telefone falso e, inevitavelmente, experienciam defeitos de funcionamento no seu produto. Acreditando que o aparelho é genuíno, esses consumidores costumam enviar seus telefones para os fabricantes originais para reparo.


Qualidade da rede

A má qualidade dos componentes faz com que o aparelho seja menos eficiente do que os dispositivos verdadeiros e menos capazes de manter chamadas de longa duração. Como resultado, as operadoras perdem receita devido à redução de serviço ao usuário e sofrem perda de qualidade de rede.

SEGURANÇA E QUALIDADE

Antes que eles possam ser vendidos, todos os modelos de telefones e baterias originais são testados para garantir que sejam seguros para os usuários, incluindo testes de certificação das normas nacionais e internacionais de exposição às emissões de radiofreqüência. Aparelhos, baterias e carregadores falsificados ou de baixa qualidade, por outro lado, não estão sujeitos a tais testes abrangentes e, portanto, não têm sua segurança verificada ou garantida.


Substâncias perigosas

Telefones, baterias e carregadores falsificados são feitos a partir de componentes de baixa qualidade e baratos, que podem conter substâncias químicas perigosas para o meio ambiente e para a saúde do usuário.


Rompimento de rede

Muitas vezes, os aparelhos falsos usam antenas inferiores, resultando em uma recepção ruim de chamadas. Testes mostraram que celulares falsificados experimentam altos níveis de chamadas interrompidas e de falhas de conexão. Além disso, por causa das antenas baratas, esses aparelhos não são utilizáveis ​​em muitas áreas onde um telefone verdadeiro é capaz de realizar a ligação.

IMPACTO NACIONAL

Com falsificadores não pagando impostos, muitos países perdem grande volume de receita, incluindo impostos sobre vendas e impostos sobre o lucro, além de vários encargos e taxas governamentais. A segurança da propriedade intelectual também é um fator importante para uma empresa na hora de decidir investir em um determinado país. As empresas estão compreensivelmente cautelosas em apostar em países onde a sua propriedade intelectual é vulnerável. Empresas envolvidas em falsificação e fabricação de dispositivos de baixa qualidade tentam, deliberadamente, ficar fora de vista, e, como tal, não estão registradas nos órgãos reguladores de saúde e do meio ambiente, e seus subprodutos e resíduos não são tratados da forma correta. Substâncias perigosas, como chumbo e mercúrio, são rotineiramente encontrados em produtos elétricos e eletrônicos falsificados, o que significa que as fábricas desses produtos estão lidando com elementos altamente tóxicos e, provavelmente, colocando seus funcionários, vizinhos e o ambiente local em grave risco.